| Mobile| RSS

Voto de Protesto ou Voto de Tolo?

terça-feira, 12 de outubro de 2010 | posted in , , , , , | 0 comments

Quanto ao resultado do primeiro turno nada que assombre. Dilma em primeiro, Serra em segundo, a Marina em terceiro. Até aqui, tudo de acordo com as previsões, agora, Tiririca como Deputado Federal mais votado do país? Escrevendo seu nome na história como o segundo em números de votos? Perdendo apenas para o excêntrico Enéas? Bom, isso é de assustar!

Por mais evidente que pudesse parecer, a eleição deste cômico personagem, impressiona! Pela quantidade de votos e pelo descrédito do povo na política e em seus representantes. Novidades? Nenhuma. Sabemos de longa data que o brasileiro já não acredita mais em discursos e promessas. Mas, 1.200.000 votos? Acho que mais do que nunca, tornou-se claro o descontentamento e a visão que a população tem da política. - Neste país somos todos palhaços! É óbvio que esta imensa parcela de votos remete a uma tentativa de protesto, contudo, desorganizada e não planejada. Mas, sejamos sinceros, acreditamos mesmo que todos que votaram nele fizerem com a consciência de quem desejava protestar? Foi intencionalmente para causar desconforto? A resposta é não.  A maioria votou por mero descontentamento e desinteresse político.  O pior é que por desconhecermos o sistema, e por falta desse conhecimento, aquilo que seria um voto de protesto, tornou-se voto de tolo.

Para que um Deputado Federal seja eleito é necessário algo em torno de 200.000 votos, quando ultrapassado esse montante, o restante é dividido pelos demais candidatos do partido ou da coligação (esta divisão não é exata), ou seja, se o Tiririca teve 1.200.000 votos, e necessitava de apenas 200.000, entendemos que 1.000.000 de votos foram divididos. Qual o problema? Caros, esse cálculo absurdo é uma forma arbitrária de eleger candidatos não elegíveis na visão da população, que nós não aprovamos, assim muitos corruptos e maus políticos se elegem, recebendo a divisão dos votos das celebridades.  E por falar em celebridades! Esse é o principal motivo que partidos grandes como o PT, coligam-se com pequenos, pois esses partidos menores, como tem menos expressão para sobreviverem “usam” artistas, atletas, apresentadores, empresários, para se promoverem, sabendo que a grande massa, por ser politicamente analfabeta, vota em nomes como Leci Brandão, Tiririca, Frank Aguiar, Clodovil... E quando são eleitos (normalmente por acreditarem ser uma forma de protesto) o povo vota em peso, mas essa burra estratégia se volta contra nós mesmos, pois ao ultrapassar a cota de 200.000 votos, começa a distribuição, é por isso que vemos candidatos que tiveram uma quantidade irrisória de votos em seu cartório eleitoral, mas que atingiram sua meta. Como? Usufruindo do despojo eleitoral das celebridades.

0 Responses So far

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares